As agências vão morrer e as consultorias devorá-las. Será?

As agências vão morrer e as consultorias vão devorá-las. Será?

by Viviane Camargo | Sócia e fundadora da Aurora Branding

 

Muito tem se falado sobre as agências perderem espaço para as consultorias. Como sócia da Aurora, uma consultoria especializada em branding, fico numa posição delicada para tocar em um tema tão espinhoso. Quem me conhece sabe que grande parte da minha história profissional foi construída em agências de publicidade de diferentes perfis, mercados e tamanhos. Por fazer parte dos dois mundos, aceitei o pedido da Celinha para opinar sobre esse polêmico dueto.

A experiência da Aurora, desde sua criação há 7 anos, tem mostrado que cada um dos dois negócios tem seu papel e relevância. No mundo ideal, o cliente deveria contar com ambos. Ao invés de prever a morte das agências - apesar de ter certeza que o negócio jamais será como era antes, e fazer profecias sobre o sucesso das consultorias, prefiro pregar a complementaridade dos dois serviços. Minha primeira crença é que os dois são uma simbiose - um precisa do outro. Fazendo uma analogia que uma marca é como uma pessoa, afirmo que branding é a alma e o corpo, e a comunicação é o discurso, o encantamento. 

O ciclo funciona assim: não existe comunicação sem branding. Ao menos, não deveria existir… Antes de sair se comunicando por aí, uma empresa deve passar por um 'exame de DNA', definindo quem ela é, sua essência, crenças e forma de pensar e agir. O que ela entrega de relevante para as pessoas e como faz isso de forma própria e única em seu mercado de atuação. Só então, com identidade e personalidades bem definidas, é que deveria se comunicar, de forma assertiva e autêntica. Ou seja, o ciclo começa pelo branding e então segue com uma agência. Assim, estamos todos no mesmo barco e remando na mesma direção: cliente, consultoria e agência. 

Acredito que o problema do negócio das agências não é ter perdido sua relevância para as consultorias. Mas sim o fato de tentarem convencer para seus clientes que elas fazem o que as consultorias fazem. É aí que se perdem. Agência de propaganda que também é especialista em branding, digital e design? Desconfie. Consultoria de branding que faz propaganda, digital e RP? Desconfie também. Ninguém sabe de tudo e de todos o tempo todo. É preciso ser humilde para admitir suas forças e fragilidades. Talvez aí esteja a essência do debate: as agências não estão sendo devoradas pelas consultorias porque perderam sua relevância. Talvez estejam sendo devoradas por elas mesmas ao insistir que são clínicos gerais que também atuam como dermatologistas e cardiologistas. Isso não existe. Nem na medicina, nem no nosso negócio.



 

---------------------------------------------------------------------------

Viviane Camargo é Publicitária formada pela PUC-PR e pós-graduada em Marketing pela ESPM-SP, trabalhou por mais de 15 anos como Diretora de Contas e Diretora de Atendimento de agências como DM9DDB e MCCANN-ERICKSON, e como Diretora Geral da JWT Curitiba. Em mais de 20 anos de atuação, se envolveu no mundo das grandes marcas, com experiências no desenvolvimento de estratégias de empresas como Nike, HSBC, TAM, Itaú Seguros, L´oréal Paris, Grupo Positivo, O Boticário, entre outras. Em 2010, criou a Aurora, sendo a primeira empresa a se posicionar especializada em branding de Curitiba.

 








 



 


Tags: agência, Branding, cliente, Comunicação, consultoria

voltar para Blog

show tsN fsN fwB center bsd b03s|tsN fwB bds uppercase b01n left|fwR tsN hide center|bnull||image-wrap|news|fsN fwR normalcase tsN fwB b01 bsd|b01 c05 bsd|news login fwR normalcase|tsN normalcase fwR|normalcase fwR|content-inner||