O lowsumerism e o capitalismo das marcas

O lowsumerism e o capitalismo das marcas 

Desde a crise que desestabilizou a economia americana na década passada, o mundo passou a rever os conceitos do capitalismo. Estados Unidos, Europa e agora também o Brasil sentem os efeitos do consumismo exagerado refletido na bolha imobiliária americana e no excesso da oferta de crédito no Brasil, entre outras causas.

Um dos maiores ganhos desses períodos de dificuldade é a consciência de que o capitalismo nunca será mais o mesmo. É como se a crise marcasse o fim de uma era, do período onde “você é o que você consome”.

Uma das maiores tendências de comportamento de consumo que surgem nesses novos tempos é o lowsumerism, que propõe uma reflexão sobre a sociedade do excesso, visando a máxima do ‘menos é mais’.

Mas como as marcas podem traçar seus caminhos de crescimento e lucro, motores fundamentais da sociedade capitalista, se a ordem agora é ser mais consciente e consumir menos?

Grandes empresas do mundo já sinalizaram seus ventos de mudança. No início desse ano, o Mc Donalds abriu sua primeira loja com a marca McDonalds Next, onde o fastfood dá espaço ao slowfood e o Big Mac dá espaço à quinoa e aos aspargos. Uma experiência mais para Apple Store com Starbucks do que para o mundo fast dos arcos dourados.

Na indústria automotiva, as grandes marcas estão se reinventando em meio à quedas de vendas históricas, desenvolvendo modelos elétricos e ambientalmente sustentáveis. Afinal, para o consumidor lowsumer, o futuro é de bicicleta ou de carros compartilhados.

Essa lucidez não partiu das indústrias, mas sim das pessoas. As marcas estão nadando a favor da maré para validar essa nova consciência e qualificar suas ofertas, transformando metas de lucros a qualquer preço em propósitos mais próximos das necessidades de seus consumidores de maneira menos agressiva.

Tempos de crise são momentos ricos para inovação. E, mais do que nunca, inovar é desenvolver marcas alinhadas aos ideais de consumo de uma nova época.

 

---------------------------------------------------------------------------
Viviane é consultoria especializada em gestão de marcas. Publicitária graduada pela PUC/PR e pós-graduada em marketing pela ESPMSP. Trabalhou por mais de 15 anos como diretora de contas e  diretora de  atendimento de importantes agências de comunicação do país, como DM9DDB e  MCCANN-ERICKSON, e  como diretora-geral da JWT Curitiba. Em mais de 20 anos de atuação,  acumula e  experiências no  desenvolvimento de estratégias de grandes marcas como NIKE, HSBC,  TAM, HONDA MOTOS, ITAÚ  SEGUROS, L’ORÉAL PARIS, GRUPO POSITIVO, O BOTICÁRIO, entre  outras.

voltar para Blog

show tsN fsN fwB center bsd b03s|tsN fwB bds uppercase b01n left|fwR tsN hide center|bnull||image-wrap|news|fsN fwR normalcase tsN fwB b01 bsd|b01 c05 bsd|news login fwR normalcase|tsN normalcase fwR|normalcase fwR|content-inner||