Conteúdo Imersivo e Storytelling

inscreva-se já workshop

 

 

Novas Telas:

Conteúdo Imersivo e Storytelling

Aguarde a próxima edição: contato@redhookschool.com | Ricardo Laganaro | Diretor O2 Filmes | Curitiba/PR

ricardo laganaro, novas telas, conteúdo imersivo, curso, redhook 

Conteúdo Imersivo e Storytelling

Estamos no momento em que os produtores, artistas e criadores precisam começar a entender e produzir conteúdo imersivo de qualidade para que o público conheça não só uma tecnologia fascinante das novas telas, como seja surpreendido pela qualidade de conteúdo que vai muito além de um deslumbre tecnológico e pode contar boas histórias de verdade, storytelling.

Nos últimos anos o conteúdo imersivo teve um boom, graças ao avanço de algumas tecnologias que fizeram este tipo de conteúdo sair das pesquisas acadêmicas e poucas grandes empresas. Em 2013 Palmer Luckey, fundador da Oculus, criou o primeiro protótipo do óculos Rift de realidade virtual, que finalmente apresentava um conteúdo em boa qualidade, em um dispositivo portátil e em um preço acessível. Em 2014 a empresa foi comprada pelo Facebook por mais de 2 bilhões de dólares e então o mercado realmente entendeu que este não era mais um gimmick. Também em 2014, o Google criou o Cardboard, um dispositivo de papelão onde o usuário encaixa o seu smartphone, transformando-o em um óculos de realidade virtual (ideia que ganhou o Grand Prix para mobile no Festival de Cannes, em 2015). Isso propiciou uma primeira grande onda de popularização do VR (realidade virtual) nos EUA, com produtores de conteúdo como o New York Times e Samsung investindo em no formato, durante 2015. 2016 será o ano em que isso começará a chegar ao grande público por aqui. O Oculus Rift, o Sony Playstation VR, o HTC Vive são exemplos de óculos de alto nível que chegarão às lojas. O YouTube e o Facebook já apresentam o player para videos 360º que podem ser vistos em praticamente qualquer smartphone, mesmo sem um dispositivo para realidade virtual como o cardboard. O avanço dos projetores profissionais também está causando o início de uma revolução para o conteúdo imersivo a ser consumido coletivamente, e empresas inovadoras começam a buscar esse formato para criar conteúdos impactantes e memoráveis. Nsse workshop Ricardo Laganaro, diretor de novas telas da O2 Filmes, vai compartilhar um pouco da sua experiência em que pesquisa e trabalha com este tipo de narrativa desde 2013 sendo o diretor do Portal Cósmico do Museu do Amanhã, experiência de entrada do museu projetado pelo arquiteto Santiago Calatrava no Rio de Janeiro, em um filme imersivo de oito minutos; além de outros projetos como a série de curta documentais em 360º para o SPFW e o clipe da cantora Ivete Sangalo, atualmente o video-clipe 360º mais visto no mundo.

 

Ricardo Laganaro |  Diretor O2 Filmes

É formado em Comunicação Social na ECA-USP, Publicidade na ESPM e na New York Film Academy. Começou na TV Cultura em 1999, como webdesigner, mudando para o mercado publicitário em 2001, como finalizador e assistente de direção de filmes em “live-action”, animações 2d, stop-motion e computação gráfica. Em 2006 começou a dirigir seus próprios projetos. Com o clipe de “Quem Já Perdeu Um Sonho Aqui”, do Hateen, venceu uma das categorias do MTV VMB. Em parceria com a Universal Music também dirigiu outros clipes para bandas como o NXZero e um documentário sobre o último disco da banda IRA! Está na O2 Filmes desde 2009, onde foi coordenador do departamento de 3D e supervisor de efeitos especiais, participando de longas da casa como VIPs, Xingu, 360, a série As Brasileiras e o longa Zoom, a ser lançado no final de Março, entre outros. Como diretor foi responsável pela criação de conteúdo digital usado em cena na série “Felizes Para Sempre?”, com direção de Fernando Meirelles para a Rede Globo. Dirigiu também a abertura da série “Que Monstro te Mordeu?”, exibida pela TV Cultura, com direção geral de Cao Hamburger. Nos últimos anos, foi se especializando em conteúdos para o departamento de “Outras Telas” na produtora. Dentro do núcleo, foi co-roteirista e diretor uma experiência imersiva onde o público é totalmente envolvido por imagens dentro de um domo esférico no portal de entrada do Museu do Amanhã, Rio de Janeiro, projetado pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava. Também dirigiu o projeto que lançou o player 360º do Facebook no Brasil, com três documentários para o SPFW, além do videoclipe “O Farol” da cantora Ivete Sangalo, que atingiu a marca de 18 milhões de visualizações, se tornando o vídeo 360º mais visto no mundo dentro do Facebook, além de também ser o vídeo-clipe 360º mais visto no mundo. Em março de 2016 dará uma palestra no festival SXSW, em Austin Texas, sobre o narrativas, conteúdo imersivo e o futuro do storytelling, além de outros projetos relacionados a esta nova forma de se contar histórias.

 

VALORES E FORMAS DE PAGAMENTO 

Depósito bancário ou débito (apenas à vista) 

Boleto bancário direto com a Redhook em até 3 parcelas de R$180,00 

Cartão de crédito direto com a Redhook em até 3 parcelas de R$180,00 

PayPal 

PagSeguro em até 18 parcelas sujeito às tarifas do serviço 

 

Dúvidas: financeiro@redhookschool.com | 41 3524 9702 

voltar para Workshops

show tsN fsN fwB center bsd b03s|tsN fwB bds uppercase b01n left|fwR tsN hide center|bnull||image-wrap|news|fsN fwR normalcase tsN fwB b01 bsd|b01 c05 bsd|news login fwR normalcase|tsN normalcase fwR|normalcase fwR|content-inner||